Vazamento de 200 mil litros de óleo ameaça espécies marinhas no Canadá

Há dez dias, ocorreu um vazamento de óleo diesel nas águas de Heiltsuk First Nation, em British Columbia (Canadá).

Após o vazamento, imagens de mergulho subaquático revelaram animais selvagens, incluindo haliotes, no meio da área atingida. Agora, esforços têm sido feitos pela Heiltsuk para ajudar a recuperar esta e outras espécies protegidas. Mergulhadores também descobriram peixes arenques em torno do rebocador submerso Nathan E. Stewart.

Equipes de salvamento recuperaram mais de 40% dos 200 mil litros de combustível derramados, mas o estrago já havia sido feito.

Mike Reid, do Heiltsuk Aquatics, disse que há uma preocupação com a vida marinha especialmente em Gale Passage. Esta é uma região extremamente sensível de resgate ecológico e marinho, onde existe uma área fundamental de desova de arenques, segundo o World Animal News.

“Na primeira semana do vazamento, tivemos as maiores marés do mês. Mesmo sem o mau tempo, a velocidade das marés carrega o diesel para lá”, explicou.

De acordo com a Administração Oceânica e Atmosférica Nacional (NOAA), o diesel é um dos tipos mais tóxicos do óleo para espécies marinhas.

, , ,