Tutores marcam amor por animais na pele

As vezes fotografar e filmar um animal doméstico não é o suficiente e algumas pessoas escolhem registrar esse amor na pele. Desde maio deste ano, Natália Maria Treib, de 20 anos, carrega no corpo o amor que alimenta há 12 anos pela sua companheira, a Preta, a cadelinha da raça Dachshund (Linguicinha).

A ideia de fazer uma tatuagem para deixar marcado o carinho que tem pelo nenê da casa surgiu quando a cachorrinha reta teve que fazer uma cirurgia de emergência, devido a um câncer no útero, que estava prestes a se romper. ‘A cirurgia era de grande risco, pois ela tem problema no coração. E foi nesse momento que aumentou minha vontade de expressar meu amor e carinho que tenho por ela’, conta. Natália diz que a escolha pelo desenho partiu de ideias vistas na internet. ‘Eu não sabia ao certo o que tatuaria, então fui procurar na internet ideias, até que encontrei a que gostasse, então salvei a foto e em um papel tirei o molde da patinha dela e fui até o tatuador.’

O momento de fazer a tatuagem, segundo ela, foi um misto de dor e de satisfação. ‘Além da patinha da Preta tenho mais uma tatuagem, fiz as duas em mesma sessão, foi uma mistura de dor com cócegas, eu amei o resultado.’

Quando o assunto é tatuagem, muitas pessoas ficam receosas e temem se arrepender no futuro, as vezes pelo desenho ou local escolhido. Mas Natália enfatiza que ‘não penso que irei me arrepender, pois além de gostar muito dela, amo animais, tenho mais seis cachorros, todos recolhi da rua, estou fazendo um curso de auxiliar veterinário para poder cuidar melhor deles’.

Fábio Jaques trabalha há dez anos em Venâncio. Nas fotos, estão alguns dos últimos desenhos feitos, nos quais está eternizado o carinho das pessoas pelos animais

Fábio Jaques trabalha há dez anos em Venâncio. Nas fotos, estão alguns dos últimos desenhos feitos, nos quais está eternizado o carinho das pessoas pelos animais

De acordo com o tatuador Fábio Jaques, que trabalha em Venâncio há cerca de dez anos, o número de pessoas que procuram para fazer tatuagem ligada a animais tem crescido consideravelmente nos últimos anos. ‘As pessoas hoje se sentem mais seguras, livres para expressar seu amor pelos animais.’ Ele destaca que, de certa forma, tatuar desenhos de animais virou tendência. ‘Desenhos de animais tem uma procura bem grande, não só de animais, dos mais variados estilos, como de elefantes, cavalos, raposas.’ Fábio conta que na maioria das vezes são feitos contornos minimalistas, patinhas de gatos e cachorros. E os locais escolhidos, geralmente são, pelas mulheres, antebraços, pescoço e pulsos; e pelos homens, na perna. Em sua maioria, sendo patinhas ou contornos, é necessário apenas uma sessão e a tatuagem fica pronta em minutos.

Por ter dois bebês peludos em sua casa, Fábio conta que admira quem eterniza na pele o carinho pelos animais.

Fonte: Folha do Mate

, ,