Tráfico: 260 animais dentro de bagagens em aeroporto de Amsterdã

Autoridades do aeroporto de Amsterdã encontraram cerca de 260 animais dentro de bagagens.

Lagartos, tartarugas e cobras, a maioria espécies ameaçadas de extinção, estavam viajando desde o México sem comida, luz ou ar.

Dez dos animais que estavam nas malas de um trio de passageiros morreram durante a longa jornada.

Os criminosos, todos espanhóis, estavam fazendo uma conexão em Amsterdã antes de voltar para a Espanha. Os oficiais decidiram fazer um escaneamento nas malas após comportamento suspeito.

Dos animais contrabandeados, foram encontrados 14 chuckwallas (espécie de iguana), que são encontrados predominantemente nas regiões áridas ao sul dos EUA e norte do México. Eles podem viver por até 25 anos e são protegidos pela Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies Ameaçadas de Extinção.

Os três homens foram indiciados por contrabando e crueldade animal.

Os 249 animais sobreviventes foram levados para locais seguros onde serão cuidados.

, , ,