Tigre maltratado renasce após chegar em santuário

Cincinnati é um dos primeiros 10 tigres que chegaram no santuário Exotics Wildlife Rescue, no Texas (EUA). Os tigres e mais três pumas foram entregues por uma instalação de animais selvagens que não possuía mais condições de mantê-los. Eles chegaram em estado precário, alguns muito magros e outros completamente sem pelo.

“Quando Cincinnati e os outros felinos chegaram, grande parte deles estavam tão inseguros e tão famintos que estavam agressivos”, conta Angela Culver, diretora de mídia do In-Sync Exotics.

Quando chegou ao santuário, Cincinnati pesava apenas 107 quilos, enquanto um tigre saudável deve pesar no mínimo 180 quilos.

Foto: IN-SYNC EXOTICS/KARIN SAUCEDO

Foto: IN-SYNC EXOTICS/KARIN SAUCEDO

Apesar do problemático estado em que Cincinnati chegou, a personalidade do tigre era doce e curiosa. “Assim que deixamos ele no playground pela primeira vez, ele começou logo a explorar e a brincar”, disse Culver ao The Dodo.

Foto: IN-SYNC EXOTICS/KARIN SAUCEDO

Foto: IN-SYNC EXOTICS/KARIN SAUCEDO

“O olhar dele lembrava o de uma criança brincando pela primeira vez. É triste constatar que não só ele, como muitos outros animais mantidos em cativeiro nunca tiveram ou terão a oportunidade de experimentar isso, mas é animador ver o quanto ele aprecisa sentir a luz do sol, pisar na grama e ter espaço para correr e se divertir”, continua Culver.

Foto: IN-SYNC EXOTICS/KARIN SAUCEDO

Foto: IN-SYNC EXOTICS/KARIN SAUCEDO

Após cinco meses no santuário, os tigres estão mais saudáveis e começaram a se comportar como tigres de verdade.

Fonte: Anda

, , , ,