Pit bull adota gatinhos abandonados

Uma coisa que muitas pessoas não percebem sobre os animais é o quanto eles são semelhantes aos seres humanos. Assim como nós, eles possuem emoções complexas e altos níveis de inteligência. Entretanto, muitas pessoas escolhem não ver os animais como indivíduos dinâmicos, e os consideram objetos insensíveis. Essa é a triste realidade para vacas, galinhas e porcos de fazendas industriais, mas que pode se estender até animais domésticos como cães e gatos. É essa linha de pensamento que levou muitos humanos cruéis a abusarem de cães, especialmente pit bulls, em ringues de luta canina.

Infelizmente, a ação de pessoas maldosas teve um grande impacto na vida dos pit bulls, que agora têm a reputação de serem cães “cruéis” e “agressivos”. A realidade é que esses cães, assim como qualquer outro, são capazes de serem dóceis e amorosos companheiros, se forem criados por guardiões responsáveis – o exemplo é Bella, uma pit bull de três pernas que também é mãe adotiva de gatinhos.

A guardiã de Bella, Grace Kuhn, é uma dedicada mãe adotiva para gatos e recrutou Bella para ajudar na complicada tarefa de cuidar de um grupo de gatinhos bagunceiros, algo que a pit bull faz muito bem, informa o The Dodo.

Bella e seus gatos provam que todo animal é um indivíduo que merece uma vida cheia de amor e cuidado. Todos nós podemos trabalhar para quebrar estereótipos maldosos sobre animais, compartilhando histórias como essa e encorajando outros a reconhecerem animais como seres vivos, e não objetos. O mundo seria um lugar muito mais gentil se todos fizéssemos isso.

, , , ,