Gato desenvolve depressão após ser abandonado em abrigo

Após ser adotado ainda filhote e conviver por 7 anos com seus tutores, o gato Tiger Tim foi abandonado no abrigo New York City Animal Care and Control, nos Estados Unidos. O motivo seria a compra de um novo sofá, que transformaria o animal num empecilho na residência.

Várias pessoas se encantaram pelo animal. Contudo, isso não foi suficiente para curar a tristeza de Tiger, gerada pelo abandono de seus tutores.

Gatinho ficou com depressão após abandono

Tutores abandonaram o gato por conta de um sofá novo (Foto: Reprodução / Facebook)

Segundo os voluntários do abrigo, Tiger Tim não pôde ser adotado, pois começou a entrar em depressão. O gato não queria mais comer e beber e, então, eles tiveram que forçá-lo a se alimentar para que não ficasse doente.

“Ele se recusa a comer, se recusar a beber água. Durante dias fomos forçados a tentar mantê-lo vivo”, informou o abrigo em sua página do Facebook. “Ele nunca é agressivo. Só fica muito triste por conta de seu passado”, conta.

Com o passar do tempo, a condição de Tiger Tim foi piorando e ele teve que ser hospitalizado. Após alguns exames, descobriram que ele sofria de uma séria infecção. Após ser realizado o tratamento, o animal foi se recuperando e lentamente voltou a se alimentar sozinho. Meses depois, ele encontrou uma família e foi adotado.

Gato recusava-se a comer após ser abandonado

Gato recusava-se a comer após ser abandonado (Foto: Reprodução / Facebook)

Pouco tempo após a adoção, o gato foi diagnosticado com câncer em estágio avançado. Desolados com a notícia, a nova família de Tiger Tim decidiu dar a ele os melhores dias de sua vida, para que ao menos ele pudesse ter um final feliz.

Fonte: Anda

, , ,