Diretora Laurie Anderson mostra todo o amor por sua cadela no documentário “Coração de Cachorro”

A morte pode nos afetar de várias maneiras diferentes, seja a morte de entes queridos, de pessoas com quem não convivíamos tanto e também a morte de um animal doméstico.

Quem ama animais e vive com um dentro de casa sabe o quanto eles podem se tornar importantes e o quanto de amor eles podem fazer nascer em nossos corações.

Esse tipo de perda, de um amor de quatro patas, também pode nos afetar de forma profunda e deixar um enorme vazio na vida dos tutores.

É exatamente sobre isso que fala o documentário “Coração de Cachorro”, que tem roteiro e direção da visionária artista Laurie Anderson. O filme, que narra momentos considerados marcantes da vida pessoal da autora, é uma espécie de homenagem a sua cadela Lolabelle, uma Rat Terrier que faleceu em 2011 após ficar cega e sofrer uma longa agonia causada por um câncer incurável.

O documentário, que é narrado pela própria Laurie Anderson, traz diversos vídeos e imagens da cadelinha, personagem principal do filme que nos faz refletir sobre a perda de um animal e nossa reação diante da morte.

Os vídeos de Lolabelle vistos no documentário, que faz também uma reflexão sobre os atentados de 11 de setembro nos Estados Unidos, nos mostra um pouco do tanto de amor que Laurie Anderson continua sentindo pela cadela.

No filme, a autora comenta sobre os últimos momentos da cachorrinha, nos mostra sua visão pessoal sobre a morte, apresenta ao público seu olhar budista sobre o tema e suas lembranças da infância.

“Coração de Cachorro” parece uma homenagem que todos nós, amantes de animais, gostaríamos de fazer aos nossos amigos de quatro patas que já se foram.

O documentário, que levou dois anos para ficar pronto, recebeu o prêmio Lina Mangiacapre do Festival de Cinema de Veneza de 2015 e está, finalmente, chegando aos cinemas.

Assista a seguir o trailer do documentário (em inglês):

Fonte: Portal do Dog

, , , ,