Dermatites em pets! Saiba o motivo de tanta coceira.

 

Dermatites são tão frequentes na clínica veterinária, quanto o arroz é comum no dia a dia dos brasileiros.

A pele é o maior órgão dos animais e consequentemente uma importante porta de entrada para diversas doenças.

Vamos começar a pensar de outra maneira: os cães e gatos não passaram por um processo de adaptação como nós, seres humanos. Nós tomamos banho diariamente. Alguns até dois ou três, e outros, dia sim, dia não, hahaha. Os pets têm a pele e os pelos muito mais resistentes à sujeira e microrganismos que nós. É natural para um cão ou um gatinho deitar no chão, rolar na grama, e tomar banhos esporádicos. Imagine você dormindo no chão, rolando na areia da pracinha e tomando um banho por semana. A chance de você pegar uma doença é bem maior que do seu melhor amigo.

gato-cao-rolando-na-grama

O grande erro de diversos tutores é pensar que na maioria das vezes, aquela coceira é fruto de alguma alergia.

É lógico que a globalização atrapalha bastante. Submetemos nossos animais a condições e produtos que eles não estão acostumados. Perfumes, shampoos cheios de químicas, alimentos ricos em conservantes, corantes e transgênicos, produtos de limpeza que chegam a queimar a pele, enfim, uma infinidade de fatores os quais eles não estão acostumados.

Inclusive, as condições às quais eles são submetidos por nós, resultam em uma série de disfunções e doenças que, consequentemente, causam dermatites.

Vou relacionar algumas delas para vocês e explicar o porquê causam dermatites:

  1. Nutricional – As grandes quantidades de conservantes, corantes e outras substâncias nas rações, muitas vezes resultam em alterações na absorção de nutrientes, produção e metabolismo de enzimas digestivas, acúmulo de gordura no fígado, entre outros problemas que interferem diretamente nas condições de pele e pelo do seu pet.

 

  1. Doenças hepáticas – O fígado é um órgão vital que executa um número de funções essenciais. A principal função do fígado é a desintoxicação do sangue, a remoção de produtos residuais do organismo, além de realizar vários processos bioquímicos e também ajudar a combater as doenças do sistema imunológico. É comum encontrarmos casos de pets com seborreia, descamação da derme, etc. E isso, eu posso afirmar para vocês que são características indicativas de que algo não vai bem com a saúde do seu animal. É importante descobrir a causa principal e não apenas ficar tratando o problema de pele. Muitos irão se identificar com o que vou dizer. Quantos de vocês tratam problemas de pele que melhoram e voltam por diversas vezes? Fica a dica: tratem a causa primária.
Seborreia em cães

Seborreia em cães

  1. Problemas respiratórios – O olfato é, sem sombra de dúvidas, o sentido mais importante do cão, que chega a ter 300 milhões de receptores olfativos, enquanto os seres humanos possuem 5 milhões. As condições ambientais, qualidade do ar, poluição, monóxido de carbono, afetam nossa saúde, imaginem a dos nossos pets. Disfunções respiratórias crônicas resultam em uma má oxigenação sistêmica. Como disse, o maior órgão dos animais é a pele, portanto, imaginem a quantidade de dermatites relacionadas a problemas respiratórios.

 

  1. Hormonais – Cães e gatos também têm glândulas que secretam hormônios. Aliás, eles têm as mesmas disfunções hormonais que nós. Diabetes, hiperadrenocorticismo (síndrome de Cushing), hipotireoidismo, etc. Quase todas essas doenças causam dermatites, muitas vezes severas.
coceira hormonal

Cão com síndrome de cushing

  1. Imunidade – Os cães possuem uma microbiota bem vasta na pele. Quando o animal tem qualquer tipo de problema e a imunidade está baixa, diversos microrganismos, como por exemplo, um fungo, conhecido como Malassézia sp se proliferam. Esse fungo é muito encontrado nos vãos dos dedos e nos ouvidos. Muitos proprietários relatam coceiras intermináveis nas patas e otites recorrentes. Não, isso não é stress! Seu cão pode estar com malasseziose. O importante neste caso, assim como nos outros, é que seja feito o diagnóstico correto, de qual problema está causando a baixa de imunidade e, assim, estabelecer um protocolo de tratamento correto.
coceira patas

Malasseziose

  1. Parasitas – Pulgas, carrapatos, ácaros são causadores potenciais de diversas dermatites e outras doenças. Um controle rígido ambiental e no animal, podem resolver o problema em questão.
coceira carrapato

Cachorro com infestação de carrapatos

Se cuidarmos dos nossos pets com cautela, oferecendo uma alimentação de boa qualidade, evitando o contato com produtos cheios de químicas, perfumes fortes, produtos de limpeza abrasivos e, mesmo assim, seu bichinho não parar de se coçar, procure um médico veterinário, descubra a origem desta dermatite, trate e faça o manejo preventivo adequado.

Fonte: Planetvet

, , , , , , , ,