Coala retorna com seus dois filhotes ao santuário que o resgatou

Em 2013, algumas pessoas notaram algo minúsculo na base de uma árvore, ou melhor, alguém. Um bebê coala, posteriormente chamado de Nell, que foi abandonado por sua mãe com apenas seis meses, um fato surpreendente, já que coalas só têm um bebê de cada vez.

Os coalas dependem das bactérias fecais produzidas por suas mães para sobreviver. Elas são uma parte crucial de sua dieta enquanto ainda são jovens para que possam crescer e se transformar em adultos saudáveis capazes de digerir folhas de eucalipto.

Com a ausência da mãe, Nell precisava de ajuda. Felizmente, o abrigo Raymond Island Koala and Wildlife a acolheu e, com 18 meses, ela foi libertada em uma propriedade expansiva do abrigo, onde equipes de resgate conseguiram observá-la.

Reprodução/Raumond Island Koala and Wildlife

Reprodução/Raumond Island Koala and Wildlife

“Ela estabeleceu seu território aqui no abrigo que também é a nossa casa”, disse Susie Pulis, membro do abrigo, ao The Dodo. Dois anos mais tarde, Nell apareceu com uma surpresa. “Descobri que Nell estava carregando um bebê em julho, mas só soubemos que ela teve gêmeos em 24 de setembro”, explica Pulis.

Pulis imediatamente contatou o Port Macquarie Koala Hospital para discutir o fenômeno. “Coalas gêmeos são extremamente raros e normalmente os dois filhotes não sobrevivem”, disse ela.

Reprodução/Raumond Island Koala and Wildlife

Reprodução/Raumond Island Koala and Wildlife

Com base no parecer do hospital, Pulis tem acompanhado de perto o crescimento dos gêmeos para ter certeza de que nem Nell nem seus bebês estão passando por dificuldades. Se um dos filhotes não tiver suas necessidades atendidas, Pulis planeja auxiliá-lo assim como fez com sua mãe.

“Também estou dando uma folha extra para suplementar a alimentação de Nell para que ela não tenha que usar sua energia para escalar ao redor à procura de comida o tempo todo. Ela se alimenta bem e está em excelente condição corporal até agora”, acrescentou.

Os gêmeos têm aproximadamente cinco meses. Pelo menos um deles é um menino. “O menino é ousado e aventureiro. Ele já sai da bolsa de sua mãe, mas o pequeno tímido ainda não”, relatou Pulis.

Ela está ansiosa para mostrar fotos da pequena família para o mundo: “Isso é algo muito especial que você nunca vê”.

Fonte: Anda

, , , ,