Chimpanzés devem voltar à natureza após 10 anos de amor e cuidados em santuário

Quase todos os chimpanzés acolhidos pelo Chimpanzee Conservation Centre (CCC) são órfãos e foram resgatados depois de serem arrancados da natureza e separados de sua família quando eram filhotes.

São necessários mais de 10 anos para cuidar de um chimpanzé até que um santuário se senta confortável o suficiente para liberá-los de volta na natureza. Felizmente, muitos deles devem ser libertados na natureza em breve.

Getty Images

Getty Images

O CCC está localizado no Parque Nacional Níger Haut na Guiné (África Ocidental) e fornece os cuidados de uma equipe de reabilitação para os primatas.

De acordo com o Great Apes Survival Partnership, (GRASP) cada jovem chimpanzé resgatado perdeu cerca de 10 membros de sua família.

Getty Images

Getty Images

Um dos 50 chimpanzés acolhidos pelo centro é Hawa, que teve que assistir sua mãe ser morta e comida por caçadores. O centro reabilita os animais com o objetivo de libertá-los de volta em seu habitat.

Frequentemente, os chimpanzés sofrem danos físicos e psicológicos, mas, com cuidado, atenção e compaixão de tratadores e voluntários, eles percorrem um longo caminho  para conquistar sua independência e aprender a sobreviver na floresta.

Getty Images

Getty Images

À medida que se desenvolvem,  são lentamente integrados em grupos familiares maiores até que estejam prontos para a libertação, quando isso é possível, informou o Daily Mail.

Atualmente, o CCC cuida de 50 chimpanzés ocidentais, uma das sub espécies mais ameaçadas, nas margens do rio Níger, em uma área de cerca de seis mil quilômetros quadrados de savana e florestas tropicais secas.

Fonte: Anda

, , ,