Cão é resgatado por bombeiros após ficar dois dias preso em pedreira

Um cachorro ficou preso por dois dias em uma pedreira no Rio Grande do Sul. Após um pedido de ajuda, o Corpo de Bombeiros foi até o local e realizou o resgate.

O animal estava em uma área de difícil acesso. De acordo com os bombeiros, é provável que ele tenha caído de um penhasco próximo ao local onde foi encontrado. Funcionários da pedreira viram o cachorro, mas por acreditarem que ele conseguiria sair sozinho de onde estava, não pediram ajuda.

O soldado explicou ainda que foi feita uma amarração de segurança no cachorro para que ele descesse junto de Bauer, sem riscos de se ferir na parede da pedreira.Para chegar até o local e realizar o resgate, os bombeiros precisaram utilizar equipamentos de rapel. “Visualizamos o local e estudamos a melhor maneira de fazer a ancoragem da corda para garantir a segurança. Comecei a descida no paredão que devia ter uns 40 metros, além de ser bem vertical. Quando me aproximei estava bem amistoso. O animal sente a necessidade de ajuda e colabora na maioria das vezes”, contou o soldado Cristian Bauer.

O cão, que passou os dois dias sem se alimentar e ingerir água, aparentava estar saudável. Moradores da região cuidaram do animal e decidiram adotá-lo.

Fonte: Anda

, , ,