Cão é resgatado de floresta e conhece o amor

O husky siberiano Riley passou a primeira parte de sua vida como um cão selvagem, vivendo sozinho nas florestas de Georgina, em Ontário. Ele estava abaixo do peso e com muito medo de pessoas. Na verdade, ele parecia não querer ser resgatado.

Funcionários da Georgina Animal Shelter ficaram sabendo de Riley e se recusaram a desistir dele. Eles tentaram resgatá-lo diversas vezes, até que todos os esforços foram recompensados e o husky foi resgatado de sua vida solitária nas florestas.

Karlee Waldvogel

Karlee Waldvogel

“Fazia pouco mais de uma semana que ele estava no abrigo quando eu me deparei com sua página no Adopt-a-Pet.com e imediatamente me apaixonei por ele”, conta Karlee Waldvogel, nova mãe de Riley, ao The Dodo. “Foram seus olhos que me chamaram a atenção e também sua carinha de cachorro bobão”.

Quando Waldvogel foi para o abrigo adotar Riley, ela ficou chocada como ele era enérgico. Ele não possuía nenhum adestramento e nunca havia vivido em uma casa antes, então não sabia como agir.

Karlee Waldvogel

Karlee Waldvogel

“Eu sabia que havia me metido em uma longa e agitada (no bom sentido) jornada com ele”, disse Waldvogel.

A princípio, Riley teve dificuldades para se adaptar ao novo lar. Ele estava muito inseguro em relação a como interagir com outros cães, e teve problemas para aprender as regras da casa. Com o passar do tempo, ele se transformou em um bobão bem comportado que tinha todo o amor do mundo para dar — principalmente à sua mãe.

Karlee Waldvogel

Karlee Waldvogel

Waldvogel sofre de transtorno de ansiedade generalizada, na qual as vezes lhe causa ataques de ansiedade que podem ser pesados e assustadores. Antes mesmo de Riley aprender a ser um cachorro, ele de alguma forma parecia saber como ser um amigo e ajudar sua tutora em seus ataques de ansiedade.

“Desde o início ele era especial porque ele imediatamente percebeu os meus ataques de ansiedade muito antes de eu os tê-los, então eu consigo ir para algum lugar confortável ou tentar me acalmar”, disse Waldvogel.

Assim que ela percebeu a sintonia de Riley com sua ansiedade, Waldvogel sabia que eles eram o par perfeito.

“Ele me ajudou e mudou minha vida de tantas formas me deixando mais confiante e me incentivando a sair da minha zona de conforto”, disse Waldvogel.

Karlee Waldvogel

Karlee Waldvogel

Juntos, Riley e sua mãe já foram fazer trilha, escalar montanhas e acampar. Não há nada que os dois não possam fazer quando estão juntos, e eles seguem se ajudando e se ensinando todos os dias.

“Adotar esse cão foi a melhor decisão que já fiz”, disse Waldvogel. “Ele fez um caminho tão longo até aqui e teve um impacto positivo em todos que ele conhece”.

Fonte: Anda

, , , ,