Cadelas vítimas de maus-tratos se tornam companheiras inseparáveis

Às vezes, cães que possuem passados obscuros precisam uns dos outros para se sentirem completos novamente. Daisy e River foram resgatadas durante uma investigação de crueldade animal pela  SPCA da Pennsylvania (EUA). Daisy é uma collie de quatro anos e River é uma Jack Russell terrier de seis anos e as duas foram acolhidas pelo abrigo da Filadélfia em junho deste ano à procura de um recomeço.

Porém, elas não poderiam deixar seu passado para trás. River estava quase cega e Daisy teve um ferimento grave em suas costas que levou muito tempo para cicatrizar.

Reprodução/SPCA

Reprodução/SPCA

Na verdade, a única coisa boa em suas vidas passadas era a companhia da outra e este é um vínculo que permanece intacto no abrigo. “Elas estão, literalmente, sempre juntas e a diferença de tamanho entre ambas não é uma barreira. Se você interagir com elas, perceberá imediatamente que se amam muito e sentem o mesmo pelas pessoas”, disse Gillian Kocher, da SPCA. A relação das cadelas ultrapassa a amizade. Daisy é a cadela-guia de River, informou o The Dodo.

Reprodução/SPCA

Reprodução/SPCA

“Daisy age como os olhos de River, muitas vezes liderando o caminho e garantindo que ela não fique em perigo”, explica Kocher.

Já River é o conforto de Daisy. Quando ela não está se sentindo bem, sua melhor amiga aconchega-se ao seu lado, talvez até mesmo para mantê-la quente enquanto estão dormindo, segundo Kotcher.

Agora as duas não precisam confiar  apenas nessa amizade. Recuperadas de seus passados, elas estão procurando uma família para lhes dar o lar que deveriam ter tido desde o início, com amor e cuidado. E, sim, elas precisam encontrar um lar que adote as duas companheiras inseparáveis.

Fonte: Anda

, , ,