Animais voltam a viver com a ajuda de próteses

Tem quem ache que esse tipo de auxílio é só para seres humanos e que “é melhor deixar a natureza agir”, mas estes animais mostram que com a ajuda da tecnologia e de gente criativa, animais vítimas de acidentes conseguem sobreviver e ainda recuperar parte dos movimentos.

Apesar “rodinhas” em cachorros já serem mais comuns, nas imagens abaixo você confere que tartarugas, golfinhos, gatos e até um porquinho também podem ter uma segunda chance com as próteses.

11

O golfinho Fuji perdeu 75 por cento de sua cauda por conta de uma doença em 2002, mas voltou a nadar com a ajuda de uma cauda artificial

12

Oscar foi além das rodinhas: depois de ter as patas traseiras decepadas por uma máquina de colheita, o gato de dois anos agora se locomove com a ajuda de duas próteses

13

Yu, uma tartaruga fêmea de 25 anos, enroscou-se em uma rede de pesca anos atrás e suas patas dianteiras foram trituradas por um tubarão. Agora ela ganhou a ajuda nadadeiras para voltar ao mar

14

O porquinho Chris Bacon nasceu com as patas traseiras atrofiadas, mas um veterinário na Flórida (EUA) devolveu sua mobilidade com uma cadeira de rodas adaptada

15

A tartaruga Tzvika foi atropelada por um cortador de grama mas recuperou os movimentos (e ganhou velocidade) com a ajuda de rodinhas

10

A elefanta Motala, que, com quase 40 anos de idade, perdeu uma pata ao pisar em uma mina terrestre

Fonte: Catraca Livre

, ,