Águia criada como animal doméstico é forçada a viver em condições deploráveis

Um homem foi proibido de tutorar animais durante 10 anos depois de obrigar uma águia dourada a viver como um animal doméstico em uma cozinha repleta de lixo.

Adam Smith, 54, se declarou culpado sob os termos da Lei de Bem-Estar Animal. Ele mantinha a água em sua residência em Pembroke, no Reino Unido. No tribunal, foram apresentadas provas de que o ambiente era completamente inadequado e perigoso para a ave.

RSPCA

RSPCA

“Este foi um caso extremamente incomum, já que normalmente uma águia dourada não é vista na cozinha de alguém. Foi a coisa mais maluca que eu já vi, é totalmente inimaginável”, disse o inspetor da RSPCA Keith Hogben.

“Havia sacos cheios espalhados pelo chão, e a ave não conseguia abrir suas asas de nenhuma maneira naquele ambiente escuro. Ela foi mantida em condições deploráveis para qualquer animal, especialmente para uma águia. Essas aves requerem cuidados muito específicos e as pessoas não devem trancá-las em residências”, acrescentou.

Além da proibição de criar animais por uma década, Smith foi multado em £ 73 e obrigado a prestar serviço comunitário por um ano.

A águia, que tem aproximadamente entre quatro e cinco anos, está sob os cuidados de um especialista e tem se recuperado bem, informou o Mirror.

Nota da Redação: Esta águia dourada foi arrancada da natureza, onde vivia em liberdade, apenas para ser obrigada a permanecer em um ambiente completamente inadequado e que, certamente, lhe foi muito prejudicial. Nenhum animal deveria viver dessa forma e sujeitar qualquer espécie a isso – especialmente uma espécie selvagem que não deve ser criada em residências – é um grande ato de violência e de egoísmo. 

 

, , ,