Na hora de levar um novo cachorrinho para casa a primeira dúvida geralmente é que raça escolher. Muita gente ainda opta por animais que venham com documentação comprovando a raça, mas felizmente o preconceito com os cãezinhos sem raça definida está diminuindo, pelo menos aqui no Brasil.

Uma pesquisa online realizada pelo Instituto QualiBest, de São Paulo, mostra que os animais que não possuem uma raça definida, os famosos vira-latas, estão ganhando cada vez mais espaço nos corações dos brasileiros.

(Foto: Reprodução / Portal do Dog / Internet)

7.084 homens e mulheres, de 18 anos ou mais, de diversas classes sociais e de todas as regiões do País, com acesso à internet participaram da pesquisa que buscava saber qual a raça de cachorro que o brasileiro tem em casa.

“Foi a primeira vez que pesquisamos este mercado por conta própria e ficamos impressionados com a adesão”, contou Daniela Chammas Daud Malouf, diretora-geral do Instituto.

(Foto: Reprodução / Portal do Dog / Internet)

De acordo com a apuração, os vira-latas estão presentes em 41% dos lares brasileiros. Em seguida estão os cachorros da raça Poodle (11%), Pinscher (7%), Labrador (5%), Pit Bull (3%) e Lhasa Apso (3%). A pesquisa percebeu ainda que um terço dos cães são de porte pequeno, tendo de 5 a 10kg.

Apesar de 72% dos entrevistados terem afirmado que tratam o cachorro como um membro da família, o Instituto QualiBest descobriu que apenas pouco mais da metade deles, 56%, levam seu cão para se vacinar todos os anos e que 58% costumam levar seus peludos para o pet shop.

(Foto: Reprodução / Portal do Dog / Internet)

Já os animais da raça Lhasa Apso são os que mais dormem com seus tutores na cama, 52%, e também são os que mais viajam com seus papais humanos, 26% dos cães dessa raça são incluídos nas viagens da família.

Fonte: Hypeness / O Povo